quinta-feira, 8 de julho de 2010

A volta de Estrada do João Valente

As Bicicletas Canyon invadiram a cidade… ele é bikes de BTT, ele é bikes Asfálticas! A Canyon parece querer mesmo impor-se no mercado das duas rodas… adoptando uma estratégia de abertura que não é comum noutras marcas já firmadas no mercado!
.

A par com as 4 Canyon que irão fazer o Caminho Português de Santiago de Compostela de 3 a 6 de Agosto deste ano, veio também uma “roda fina” para testes! A Canyon CF SLX 8.0 tem feito as delícias de vários aspirantes a estradistas. É possível acompanhar todos os testes nesta bike num cantinho especialmente criado pelo Nuno Maia para esse efeito. Espreitam aqui!

Depois do Nuno Maia, João Afonso e Pedro Barroca, terem já experimentado sensações diferentes nesta bicicleta, eis que chegou a minha vez! Solicitei a oportunidade ao Nuno Maia, que prontamente a colocou ao dispor para uma manhã de quilometragem asfáltica!

Terça-feira, juntei-me ao grupo “habitué” da roda fina, junto ao Modelo pelas 8:00. Tinha combinado com o FMike, uma voltinha lá para os lados das Aranhas e Aldeia de João Pires afim de “procurarmos” umas geocaches mais distantes, que ainda não faziam parte das nossas contas pessoais!

Partilhámos os nossos objectivos com os restantes elementos, que prontamente nos fizeram companhia até à Aldeia de João Pires. Nesta localidade, eu e FMike, iniciámos os trabalhos de Geocaching, enquanto, os restantes seguiram caminho, rumo a Medelim. Agradeço desde já a camaradagem proporcionada pelo grupo até este ponto do percurso (Joaquim Cabarrão, António Cabaço, Nuno e Leandro).

Após as buscas e trabalhos cumpridos na busca dos caixotinhos, era tempo de regresso à cidade! As temperaturas estavam nos píncaros… o calor tórrido da hora de almoço fez atingir os 45ºC no ciclómetro do Micaelo!!! Impressionante!!! Não me senti nada bem no regresso à cidade, quebrando bastante a média de andamento nos últimos Km’s! O calor era demais… Chegámos a Castelo Branco com a modesta média de 27Km’s/h, já perto das 14h e 125km’s percorridos!

Apesar das dificuldades na segunda metade do percurso, gostei bastante da experiência! Tal como o João Afonso, ou mesmo o Pedro Barroca, não tenho qualquer opinião específica da bicicleta Canyon CF SLX 8.0, comparativamente a outras asfálticas! Foi a minha primeira experiência em estrada! Estreei o Clube das Fininhas... por um dia!!

Achei interessante a dinâmica do pedalar, a manutenção do ritmo de pedalada, a desmultiplicação era uma novidade sempre em descoberta durante os Km’s, bem como a melhor posição de condução! A sensação de velocidade é por vezes assustadora!! Apesar disso o conforto é algo que senti na bicicleta… talvez seja o carbono a ajudar!!

Nas parcas subidas que encontrámos, gostei da sensação! Preferível subir… que descer… onde senti maior insegurança! Neste aspecto…. iguala o BTT! Esteticamente é uma bicicleta bastante sóbria, fria, tipicamente alemã, tipicamente Canyon!

Cabe-me agradecer ao Nuno Maia a oportunidade e a experiencia que obtive com esta bicicleta. A ele o meu obrigado!


--
João Valente

Sem comentários: