sábado, 15 de maio de 2010

Trilhos & Limitados - Dia 13 de Maio - Dia de Nossa Sra de Fátima

Ver Trilhos & Limitados - Dia 13 de Maio - Dia de Nossa Sra de Fátima


Por ordem de Bento XVI, e por voz de Sócrates foi decretada tolerância de ponto para algumas áreas da função publica. Assim, e porque o meu local de trabalho iria estar encerrado nesta quinta-feira, decidi lançar o desafio ao restante grupo, a ver quem também tinha folga.

Apareceu o Nuno Maia e o João Valente (que estava de folga e não de tolerância). À chegada ao Centro Cívico (10 minutos depois da hora) decidi seguir para norte, a ver o que o campo nos reservava.

ENtrámos na terra junto ao parque de campismo e subimos até à Tapada das Figueiras. Lá no alto decidimos experimentar um caminho novo, a ver se tinha saída para a cumeada do Ocreza. Não tinha, e tivemos que fazer algumas centenas de metros pelo meio de olivais e campos de flores silvestres.

Daqui virámos para sud-oeste e decidimos descer à ponte de ferro e subir ao Palvarinho para um café. No café estava um grupo de homens da terra a ver o Papa na TV. Café tomado descemos à praia do muro, onde parámos para contemplar a beleza do local. Depois foi rolar até apanhar a estrada das Sarzedas, onde pedalámos por uns caminhos novos.

Cruzada a estrada fomos em direcção aos Calvos e decidimos descer ao vale do Ocreza, cruzando o rio com alguma dificuldade, dado o caudal que apresenta. Foi o ritual do lava pés neste dia santo. A natureza está no seu máximo de esplendor nesta altura do ano, e apesar de o dia não estar particularmente solarengo foi muito agradável pedalar pelo campo.

De seguida subimos à Taberna Seca e ligámos até à Ribeira da Seta por asfalto. Aqui entrámos de novo na terra e fizémos questão de passar na barragem da Talagueira que se encontra cheia e com um jardim florido à sua volta. Seguiu-se a zona de lazer com o cruzamento do lago artificial e as despedidas até domingo, depois deste dia bem passado a três.

Vemo-nos no Domingo, para uma volta um pouco mais estendida.

Até já.

AQ

Sem comentários: