terça-feira, 28 de abril de 2009

Fim de Semana da Senhora de Mércoles em BTT

I Parte

Desta vez a pedalada do fim de semana começou ao Domingo, com seis companheiros a marcarem presença no local habitual, eu, Nuno Maia, Rui Salgueiro, Rui Lourenço, Bruno Dias e Jorge Palma. Como já há muito tempo não íamos à Lardosa, sugeri rolarmos um pouco. Ainda pensei em mudar de rumo, quando começámos a enfrentar um vento de frente e bem frio, mas lá prosseguimos a nossa viagem.
Com a chegada à Lardosa e com o cafésinho tomado, também no local de sempre, resolvemos alargar um pouco a volta, de modo a passar na Senhora de Mércoles. Saímos pela Estação, depois de contornar a vedação que aí foi instalada.


Passamos ainda pelos Escalos de Cima e de Baixo, Monte Brito. Depois de nos separarmos do Nuno Maia e do Rui Salgueiro que tinham chegar mais cedo, rumámos em direcção à Senhora de Mércoles, mais propriamente à Tasca dos Fixes, onde saboreamos uns ovos verdes regados com umas Sagrespam.


Cheguei a casa com 64,76 Km, em ritmo de passeio e rolante. Clica numa das fotos, para as veres todas.


II Parte
Com os Feriados Municipais de Idanha e de Castelo Branco, aproveitei para fazer um fim de semana perlongado a sério. Claro que tive que tirar a Terça feira de férias, pois o meu feriado foi na Segunda. Mas já começa a ser tradição na Terça feira pedalar e acabar a volta na Senhora de Mércoles. Fiz um desafio de darmos uma volta pelo Ponsul, uma vez que temos andado um pouco fugidos daqueles lugares, para podermos acabar no tal sitio. Assim foi, juntámos-nos 9 amantes do pedal, eu, os dois irmãos Marujo, Filipe, Agnelo, Jorge Palma, Rui Lourenço, Nuno Dias e o Carlos Sales. O Nuno Dias que há muito tempo não se mostrava e o Carlos Sales, estreante dos encontros das Docas ao qual damos as boas vindas ao grupo.

Saímos pelos singles do Bairro das Perdizes, que também há muito tempo não fazíamos, tanto que instalaram uma vedação, que corta o trilho e que originou uma queda um pouco aparatosa ao Agnelo, mas felizmente sem grandes consequências, umas nódoas negras e pouco mais.
Descemos depois através de trilhos que são pouco batidos, notando-se bem a falta de uso, pelo mato que aí cresce. Trilhos técnicos mas bonitos.

Atravessámos o Ponsul na ponte da estrada de Castelo Branco- Malpica/Monforte, virando logo à direita em direcção aos Lentiscais, onde tomámos um café, desta vez na Associação, já que o café Pescaça estava fechado.


Saímos dos Lentiscais em direcção a Malpica, através de Trilhos em parte novos para mim, ladeamos a aldeia, pois já se fazia um pouco tarde, rumando à herdade do Escrivão, Monte dos Cancelos e de novo à ponte sobre o Rio Ponsul, onde aproveitámos para comer alguma coisa que nos desse forças para a parede do dia.
Decidimos subir, por aquele que pensamos ser o caminho mais curto, para a Senhora de Mércoles, onde parámos mais uma vez, na Tasca dos Fixes e graças ao meu amigo Armindo, conseguimos que nos servissem uma entremeada e umas febras grelhadas, para acompanhar as belas Sagrespam.
Correu tão bem que alguns nem queriam sair de lá.

Aproveitamos para tirar a fotografia de grupo, para ficar para a prosperidade. Foi um fim de semana five stars, com mais uns 55 a 60 Km em boa companhia e excelente convívio. Para ver todas as fotos basta clicar numa.

No próximo fim de semana, mais propriamente no sábado dia 2 de Maio, vamos até Marvão, junta-te a nós e desfruta de um belo passeio.

Fiquem bem e até Sábado.

Sem comentários: