domingo, 12 de abril de 2009

Domingo de Páscoa a Pedalar e Não Só...

Vou começar este Post, deixando uma foto linkada ao álbum de fotos do Domingo passado. Como a experiência ainda é pouca nestas lides, depois de ter o post completo, para melhorar a apresentação, estava eu a apagar alguns espaços a mais, quando apaguei o que não queria. Com tanto azar, assim que apaguei, o computador salvou automaticamente. Lá se foi o trabalho de duas horas. A reportagem, já devem ter visto no Blog do Agnelo, se não ainda podem ver em (http://www.agneloquelhas.com/trilhos/). Não pude deixar de disponibilizar as minhas fotos, de uns singles simplesmente espétaculares mas que não têm saída ciclável, a que eu chamei de "Na Senda de Um Trilho".

Depois deste aparte, vamos ao passeio de hoje. Tinha combinado de véspera com o Filipe, e com o Álvaro encontrar-mo-nos no local habitual (Docas), mas de manhã quando estava a sair, o João Paulo mandou-me uma mensagem, dizendo que também ia. Passei pela garagem dele, mas ele ainda não estava pronto. Telefonei ao Filipe, que já se encontrava com o Álvaro e o Nuno da Amareleija, e como a volta era para este lado, combinámos o encontro junto à padaria Flor do Castelo. Assim foi lá saímos os cinco em direcção às Fontainhas, Alagão e Monte Brito.

A ideia era fazer uma volta rápida para estar cedo em casa. O roteiro foi Escalos de Baixo, Mata, Lousa, Alcains, Lirião e Castelo Branco. Por Trilhos bem conhecidos fomos somando quilómetros, a um andamento um pouco acelerado, mas como não havia grandes subidas, aguentava-se bem. Fizemos a nossa primeira paragem, na Lousa para tomar o café e trincar umas barritas. Fomos presenteados pela proprietária, madrinha de um grande amigo meu, com umas amêndoas, ou não fosse Páscoa.

Quando chegámos a Alcains o João Paulo, não sei se para se redimir de nos ter posto a trabalhar, mal arrancámos de Castelo Branco, se por ter poucas oportunidades de conviver connosco devido ao trabalho, se pelo espírito de Beirão (da Beira Alta), quis nos presentear com uma cervejinha, uma morcela e uma chouriça. Toca de ligar para o Sogro a encomendar o serviço. E que serviço, não fosse Domingo de Páscoa e o pessoal estar com pressa que teria que nos pôr na rua. Ainda me lembrei dos ausentes nos últimos tempos, companheiros do Grupo de Alta Competição de Castelo Branco, Marcelo e Nuno Diaz.




Resta me agradecer aos meus companheiros pela companhia e boa disposição e à família Cavaco pela bela recepção na sua Casa de Campo. Como vem sendo hábito para ver todas as fotos basta clicar numa.
O próximo Fim de semana não se esqueçam, Maratona de Alcains.
Fiquem bem e até à próxima.

1 comentário:

Pinto Infante disse...

Boas, por acaso já me perdi nessa ponte que fica numa horta ao pé dos escalos de baixo. fica a seguir à etara em frente, e a seguir a uma boa descida, mas quando a atravessei não me pareceu ter saída. gostava que me confirmassem se isso tem e para onde?
bons trilhos, sem travões
Pinto Infante