quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Começou de Dia, Acabou de Noite

Pois é nesta altura, as saídas à tarde, podem dar nisto. Tinha combinado com o meu herdeiro, pedalarmos um pouco sábado à tarde. Assim foi, só que saída foi tardia para a volta que fizemos.Juntou-se a nós o Lourenço, amigo e vizinho, que há já bastante tempo não sentava o cu num selim de bicicleta. Saímos das Fontainhas pelas 17 horas, com ideia de ir a Alcains e voltar. Como o portal do frigorífico já era, tinha em mente descobrir uma alternativa.




Descemos ao lado esquerdo da variante, passando por baixo, e voltando para cima. Entrámos no primeiro caminho de terra à esquerda, que não tinha saída. Vai de voltar a trás e tentar outro. No segundo tivemos melhor sorte. Descobrimos um trilho que exige alguma técnica e agradecia um pouco de limpeza, mas possível de utilizar. Seguimos em direcção à Santa Apolónia, piscinas de Alcains, e voltámos pelo agora estradão por trás da Quinta da Aldeã.


Atravessámos a estrada 233, por trás da Construtora do Lena, a estrada dos Escalos de Baixo, rumando ao Monte Brito. Nesta altura já o Sol se tinha posto e começava a anoitecer. Só nos restava dar ao pedal para chegarmos o mais rápido possível à cidade. Optámos por vir pela recta do lanço grande, por ser o trajecto mais rápido e mais curto. Quando aí chegámos era completamente de noite. Conscientes do perigo, mas sabendo que não havia nada a fazer se não pedalar, lá chegámos à cidade pelas 19 horas com cerca de 30 km e apesar de tudo contentes.



Resta-me pedir desculpa ao Lourenço, que para além de ter pensado que a volta era mais pequena, não contaria com esta viagem de noite e ganhou uma dor de rabo. Para quem já não anda há algum tempo, e ainda por cima sem calções próprios arrisca-se a ter dificuldade em sentar-se. Isto só precisa de continuação. Para o próximo sábado há mais, mais cedo e com luzes.
Para ver as fotos todas basta clicares na última.
Moral da História: Não sair à tarde sem as luzes levar.

Sem comentários: